Dificuldades de acessibilidade aos surdos e a necessidade de inclusão

ocê já tentou se colocar no lugar de uma #pessoasurda ??

🦋 Imagine-se que em um belo dia chuvoso, você acorda e vê seu cachorro latindo mas sem ouvi-lo, percebe que está chovendo mas não consegue ouvir o som da chuva caindo no chão, tenta explicar para sua família que está sem ouvir, mas também não consegue emitir uma palavra com som claro e de compreensão precisa.

⚠️Como você se sente ao tentar imaginar-se sem ouvir e com dificuldades em se comunicar? Já parou para pensar que 360 milhões de pessoas em todo mundo e 10 milhões de brasileiros vivem essa realidade?

O objetivo desse texto não é te deixar aflito pela sensação de não ouvir, mas sim nos fazer refletir e produzir uma conscientização a respeito de todas essas pessoas que perderam sua audição ou que nasceram com essa condição.

“Inclusão social é o conjunto de meios e ações que combatem a exclusão aos benefícios da vida em sociedade, provocada pelas diferenças de classe social, educação, idade, deficiência, gênero, preconceito social ou preconceitos raciais. Inclusão social é oferecer oportunidades iguais de acesso a bens e serviços a todos.” (AMARAL e BURITY, 2006)

Muitos falam a respeito da inclusão, poucos são os que de fato a praticam quando possuem oportunidade.
Seja a diferença✅

💡Dica: Uma iniciativa muito bacana foi a criação do Aplicativo Hand Talk- Acessibilidade em Libras. Esta é uma ferramenta que tem por objetivo facilitar o processo inclusivo e a interação social entre o surdo e o ouvinte. O app é liderado pelo Hugo, um intérprete 3D que traduz automaticamente textos e áudios para a Língua Brasileira de Sinais. (O app está disponível para Android e IOS – gratuito)

Texto escrito por: @psicologa_evelynbelchior

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *